Sinais que você está comendo menos do que o sufuciente!

Neste período em que estamos, a preocupação com os quilinhos a mais pode ocasionar em um consumo calórico e nutricional insuficiente para a saúde

Muitas vezes, comer menos é considerado uma solução para a perda de peso. Mas é importante entender que quando diminuímos as calorias que consumimos de forma radical, podemos causar diversos danos à nossa saúde e grandes efeitos a nossa rotina.

Comer é parte essencial de uma alimentação balanceada, e ao contrário do que se imagina, comer menos do que o necessário, pode sim interferir no processo de emagrecimento prejudicando o funcionamento do seu metabolismo, além de causar deficiências nutricionais que podem prejudicar a nossa saúde.

E nem sempre comer alimentos diet, light ou zero ajudam nessa tarefa. Nosso corpo necessita de calorias e de algumas gorduras para que continue funcionando, inclusive queimando as calorias.

Antes de focar apenas em calorias, o importante é pensar como está a qualidade das nossas escolhas alimentares. Não adianta comer pouco, mas escolher alimentos que não são benéficos a nossa saúde, ou nos restringir de nutrientes essenciais. A perda de peso saudável é ocasionada pelo equilíbrio entre hábitos alimentares e o gasto energético que temos ao longo do dia.

É importante tomar cuidado com uma alimentação muito restritiva sem acompanhamento, e lembrar que cada pessoa tem a sua necessidade energética, por isso, a dieta estabelecida para o seu amigo ou familiar, pode não ser a mais indicada para você. Tire sempre as dúvidas no seu acompanhamento nutricional para entender qual a sua real necessidade.

Mas como saber se você está comendo menos do que precisa? O corpo se comunica com sinais, e alguns deles são perceptíveis quando estamos comendo menos do que necessitamos.

Fique atento a estes sinais de que está comendo menos do que o necessário

Stress o dia todo!

Mau humor e irritabilidade são sinais comuns de que há problemas na sua alimentação. Isso ocorre devido à restrição das calorias ingeridas e pelo baixo consumo de alimentos fonte de carboidrato, como, por exemplo, pão, batata, massa, macarrão, mandioca e outros. Isto ocorre porque a diminuição do consumo de carboidratos pode afetar a produção de serotonina, um neurotransmissor capaz de influenciar o humor e o bem-estar dos indivíduos.

Pouca energia e disposição no dia a dia!

As calorias fornecem energia, e quando deixamos de consumir as calorias necessárias para o funcionamento do nosso corpo, nos sentimos mais fracos e indispostos para nossas atividades diárias, além de prejudicar o nosso metabolismo.

Dificuldade para dormir ou manter uma noite de sono!

Uma boa noite de sono tem grande relação com a alimentação diária. Quando deixamos de nos alimentar corretamente, nosso corpo não consegue relaxar de maneira completa, e a insônia se torna um grande obstáculo.

Tremores e mãos geladas!

Você sabia que a deficiência de ferro e vitaminas do complexo B podem ocasionar em mãos e pés gelados e tremores?

Fique atento a estes sinais, e inclua nas suas refeições as carnes brancas, aveia, grãos, além disso, não se esqueça de consumir legumes e verduras, principalmente as folhas verdes.

Desejos por comidas ao longo do dia!

Toda restrição, pode se tornar uma compulsão. Isso acontece pois, quando estamos nos restringindo de calorias e nutrientes, nosso corpo acaba sentindo falta, e quando vamos comer aquele alimento que estamos restringindo, acabamos comendo muito mais do que deveríamos. Isso se torna algo prejudicial a nossa saúde e principalmente para quem quer perder peso.

Vício em olhar rótulos e comprar alimentos que indicam ”zero calorias”, ”sem gordura”, ”sem açúcar”

Muitas vezes a preocupação em manter ou perder peso, pode acabar estremecendo a nossa relação com a alimentação. Ao invés de optar sempre por alimentos que indicam restrições na embalagem, procure se alimentar de forma equilibrada, com alimentos naturais. Um prato colorido oferece todos os nutrientes e vitaminas necessários para a saúde, além de melhorar a nossa relação com a comida.

As dietas restritivas podem gerar diversos malefícios com o passar do tempo! Lembre-se, a sua saúde deve ser a maior prioridade!