O que comer antes e após praticar exercícios?

Praticar exercícios físicos é uma atividade que precisa de cuidados não apenas para não desenvolver lesões, mas também na alimentação. Por isso, saber o que comer antes e após os treinos é tão importante

A alimentação de quem pratica exercícios físicos é muito importante, pois, ao nos exercitarmos, gastamos energia que precisam ser repostas. Além disso, a alimentação deve fornecer todos os nutrientes necessários à saúde do corpo tanto antes, quanto após o treino. E isso só é possível a partir do adequado fracionamento das refeições, incluindo água, gorduras, vitaminas, minerais e fibras. Dessa forma é possível atender as necessidades aumentadas do organismo e garantir o melhor desempenho durante o exercício.

Existem dois grupos em especial que precisam de atenção antes e após a prática de atividade física: carboidratos e proteínas. Cada um deles vai desempenhar uma função importante para o corpo na hora de repor as energias perdidas.

Carboidratos

O grupo dos carboidratos é a principal fonte de energia para todas as células do corpo, por isso os carboidratos podem ser considerados como nutrientes obrigatórios na alimentação de quem pratica exercícios.

Por que comer carboidratos antes e pós exercícios físicos é importante?

Este nutriente é essencial para fornecer energia, dando mais disposição nos treinos, e melhorando o desempenho na hora de fazer as atividades físicas e diárias. Além disso, repõe as energias que foram gastas durante o treino.

O que acontece quando não consumimos carboidratos?

Quando o organismo tem a redução das quantidades de carboidratos, o corpo passa a consumir a proteína muscular (que vem dos músculos) como principal fonte para ter energia.

Sua falta no organismo pode causar:

  • Indisposição
  • Fraqueza
  • Tonturas
  • Mal-estar
  • Desmaios

O ideal é que antes do treino seja o principal tipo de nutriente consumido. Logo após o treino faça a combinação de proteínas + carboidratos.

Exemplos de alimentos fontes de carboidratos: Aveia, granola, massas, pães, biscoitos e grãos integrais, frutas, verduras, legumes, pasta de amendoim, milho, bolos simples, vitaminas de frutas.

Proteínas

No organismo as proteínas estão presentes principalmente nos músculos. Elas são fundamentais para garantir a saúde e o desenvolvimento dos músculos, por isso se o objetivo é manter ou aumentar a massa muscular é recomendado incluir alimentos fontes de proteínas em seu dia a dia, principalmente em sua refeição pós-treino.

Por que comer proteínas antes e pós exercícios físicos é importante?

Durante a prática do exercício, a musculatura pode sofrer lesões por causa do esforço. Para que estas lesões sejam ‘’curadas’’, é necessário repor a proteína na alimentação.

Na refeição pós-treino é o momento que o corpo encontra a proteína necessária para reestruturar e reparar a musculatura atingida. Isso ajuda não apenas no desenvolvimento do músculo, como no ganho de massa muscular. Importante ressaltar que os músculos também têm estoques de carboidratos e água, por isso, após o treino a combinação de proteínas + carboidratos é essencial.

Exemplos de alimentos fontes de proteínas: Leites, ovos, carnes, peixe, frango, grãos (feijões, soja, grão de bico, lentilha, ervilha), queijos (requeijão, queijo minas frescal) e iogurtes.

O que comer antes, durante e depois?

O uso de suplementos alimentares por praticantes de exercícios tem ganhado cada vez mais adeptos nas academias. No entanto, esses produtos tem como finalidade ajudar atletas (pessoas com ritmo intenso e alta frequência de treinos) a atingir a quantidade necessária de nutrientes para manter o alto desempenho em competições.

Para praticantes de exercícios como musculação, dança, corrida e outras atividades aeróbicas, manter uma alimentação equilibrada e variada nos tipos de nutrientes já é suficiente para atingir as necessidades do corpo.

Suplementos de carboidratos (Maltodextrina, Dextrose): São indicados para exercícios de longa duração e intensidade, com o objetivo de manter o ritmo e melhorar a performance dos atletas. Para treinos de menor duração e intensidade, como as rotinas de treino seguidas por praticantes, não é necessário a suplementação do nutriente, uma vez que a quantidade fornecida em uma refeição pré-treino já é suficiente.

Suplementos de Proteínas (Whey, caseína, BCAA, albumina): Os suplementos proteicos são os mais comercializado e utilizado atualmente por praticantes de exercícios. A quantidade de proteínas fornecida por eles traz um excesso desnecessário do nutriente ao corpo, pois a alimentação já fornece a quantidade necessária de proteínas que precisamos para praticar atividades físicas moderadas.