Má alimentação e queda de desempenho andam juntos

Você sabia que a má alimentação também pode interferir no seu desempenho para realizar as suas atividades diárias?

Sabe aquele cansaço que aparece no meio do dia, ou aquela dificuldade de trabalhar após o almoço? Isso pode não ser resultado apenas do cotidiano de trabalho, mas também de uma alimentação inadequada. Apesar de, atualmente, muitas pessoas viverem dias corridos, com o dobro de tarefas e demandas, não só no trabalho, mas em casa também, as causad da queda de desempenho podem ser muitas.

Apesar de sim, a correria ser boa parte dos motivos para o baixo desempenho, ela não pode ser responsabilizada inteiramente pelos momentos de fadiga e indisposição. A má alimentação também é uma das principais responsáveis.

Por isso, que tal começar a melhorar a produtividade com coisas que você pode mudar? Para dar um gás no seu desempenho tanto em casa, quanto no trabalho, separamos algumas dicas de alimentação que podem fazer a diferença entre um dis produtivo e improdutivo.

Café da manhã é essencial!

Vamos começar pelo básico. O café da manhã é nossa primeira refeição depois de um longo período em jejum. O nosso corpo precisa repor a energia que foi gasta durante o nosso sono, por isso esta é a refeição mais importante. Dedique um tempo ao seu corpo. Evite comer um salgado na mesa de trabalho ou olhando a tv, sem prestar atenção à sua comida. Alimentos como pão integral, queijos magros, frutas, um mix de aveia, granola, castanhas e passas misturadas com mel ou iogurte, rico em cálcio, vitaminas B5 e B12, fósforo, potássio, zinco, iodo e riboflavina são boas opções.

Não se esqueça dos lanches intermediários!

Ficar um longo período sem comer pode interferir no seu desempenho. Ao fazer isso o corpo fica mais lento, ocasionando em dores de cabeça e diminuindo a concentração. Antes as refeições principais, opte por lanches práticos, como por exemplo frutas com cereais (aveia, granola, linhaça, chia), ou que possuem fibras e melhoram a saciedade. Aposte em oleaginosas como as nozes, castanhas, amendoim, amendoas e os mix de frutas secas. Os lanches naturais, com pão integral, proteínas como o queijo branco, o atum, creme de ricota, ovos, além de legumes como pepino, tomate e cenoura, que oferecem fibras, vitaminas e proteínas e podem garantir a sua disposição. Os iogurtes naturais também podem ser incluidos.

Quanto mais colorido, mais nutrientes!

Pode até parecer clichê, mas uma alimentação colorida oferece diversos nutrientes e minerais importantes para o funcionamento adequado do nosso organismo. Uma dica é optar por preparar a própria comida em casa. Leve uma marmita já pronta para o trabalho. Dessa forma você poderá fazer as melhores escolhas de ingredientes e alimentos mais saudáveis.

Não deixe de se hidratar!

O consumo de água ao longo do dia é de extrema importância para regular as funções do nosso organismo. A desidratação pode causar sintomas como confusão, baixa pressão arterial, tontura e constipação. Estes sintomas atrapalham a nossa rotina e o nosso desempenho para realizar as nossas atividades. Tenha sempre uma garrafa de água disponivel na mesa de trabalho, na bolsa, no carro, e evite passar um longo período sem se hidratar.

Evite o excesso de gorduras e carboidratos refinados!

Estes alimentos quando consumidos em excesso podem ser extremamente prejudiciais para o seu desempenho.
No caso dos carboidratos refinados, a ingestão repentina de açúcar no sangue prejudica a produção de substâncias químicas cerebrais que te ajudam a se manter alerta. Portanto, evite farinha e açúcar refinados e bebidas energéticas em excesso ao longo do dia. Já a gordura é mais difícil de ser digerida, por isso exige um esforço maior por parte do seu organismo, o que pode aumentar a sensação de cansaço quando consumida em excesso.