Antioxidantes naturais: o que são e como agem

Conhecidos por serem importantes para o combate dos radicais livres, os antioxidantes naturais fazem maravilhas pela saúde, mas devem ser consumidos com cautela

Você já ouviu falar sobre antioxidantes naturais? Estes alimentos estão relacionados à prevenção de diversas doenças, auxílio no tratamento, combate ao envelhecimento, saúde da pele, e de todo o corpo. São eles que protegem as células contra os efeitos dos radicais livres. Além disso, também favorecem o aumento da imunidade e a prevenção de doenças como artrite reumatoide, alguns tipos de câncer, doenças cardiovasculares e doenças relacionadas ao envelhecimento.

Porém, cada vez mais encontra-se notícias de alimentos considerados ”milagrosos”, e automaticamente a busca por esses alimentos aumenta. Mas é preciso cautela. Mesmo que eles ataquem os radicais livres produzidos pelo corpo, estes radicais também tem sua função básica e por isso não devem ser exterminados do organismo por inteiro. 

Para encontrar o equilíbrio necessário para que os dois possam fazer suas funções de forma eficaz no corpo, entenda o que são os antioxidantes e como integrá-los na sua alimentação.

Como os antioxidantes naturais funcionam?

Uma maçã quando começa a escurecer, significa que ela está passando por algumas reações. Porém, quando adicionamos o limão, o escurecimento da maçã diminui. Isso acontece pois o limão possui Vitamina C, que é um poderoso antioxidante.

Essa mesma reação acontece com o nosso corpo quando consumimos alimentos antioxidantes. Temos a liberação de radicais livres, componentes que podem ser prejudiciais ao nosso organismo. Mesmo que por algum tempo eles tenham sido vistos como vilões que provocam o envelhecimento e estão envolvidos no desencadeamento do câncer e de doenças do coração, os radicais livres fazem parte de um processo natural do nosso corpo. Apenas quando produzidos em excesso eles farão algum mal para o corpo, e é nesse controle que os antioxidantes entram.

Ou seja, os antioxidantes naturais são responsáveis por atuar no combate e proteção do nosso organismo, eliminando os radicais livres presentes em excesso e proporcionando benefícios. Mas é importante lembrar, que não existe nenhum alimento milagroso. Portanto, sozinho o antioxidante não conseguirá solucionar qualquer malefício presente no nosso corpo.

Estes alimentos podem sim ajudar, mas é essencial que tenhamos uma alimentação equilibrada!

Conheça abaixo alguns deles para incluir no seu dia a dia:

Vitamina C

Presente em frutas cítricas como limão, laranja, acerola, tangerina, abacaxi e kiwi.

Carotenóides

São substâncias que dão origem à vitamina A no nosso organismo, presente em alimentos de cor laranja, amarela e vermelha, como abóbora, cenoura, tomate e mamão.

Vitamina E

Presente no azeite de oliva, abacate, sementes e nas oleaginosas como: castanhas, nozes, amendoim e amêndoas.

Flavonóides

São responsáveis pelas cores e tons azul, vermelho e amarelo de numerosas flores, frutas e folhas, como açaí, uva e morango.

Quanto pode ser consumido para não cair no exagero?

Os antioxidantes naturais podem contribuir com a nossa saúde, mas sabemos que precisamos ingerir muitos alimentos e suplementos ricos em antioxidantes para termos saúde e prevenir doenças.

O ideal é que possamos consumir diariamente quantidades adequadas de carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas e minerais. Os antioxidantes precisam ser incluídos dentro das nossas refeições ao longo do dia em conjunto com os outros nutrientes para que possamos manter nosso corpo saudável.