Ensine seu filho ter hábitos saudáveis na alimentação

Montar um prato colorido e criativo ajuda a aguçar o paladar dos pequenos, abrindo um leque enorme de novas opções coloridas e saudáveis

Os pais sempre se preocupam com a saúde dos filhos e, em sua maioria, tentam ensinar as crianças a terem hábitos de alimentação saudáveis. Porém, muitas crianças ainda possuem uma grande resistência ao serem apresentadas à novas comidas, principalmente se tratando de frutas e legumes. Porém, mesmo com as dificuldades, é importante continuar a ajudar seu filho a explorar novas texturas e gostos, e estímulos como cores, formas e sabores podem ser de grade auxílio para criar hábitos saudáveis nas refeições.

A primeira infância é o momento certo para dar os passos em direção à alimentação saudável. Aposte em pratos coloridos e cheios de vida. Mas atenção: é importante não exagerar na quantidade de alimentos com gostos conflitantes no prato, afinal isso pode causar uma confusão no paladar do seu filho. Colocar uma quantidade de algum ou outro legume ou verdura no prato já é o suficiente. O mesmo se aplica a frutas. Agora é hora de deixar a imaginação voar solta e criar um prato criativo e colorido para seu filho.

É importante colocar a alimentação em foco desde os primeiros momentos de vida, da amamentação à primeira papinha aos 6 meses, afinal a alimentação é essencial para um desenvolvimento saudável da criança. É a partir dela que a criança receberá os nutrientes e proteínas necessários para se desenvolver da melhor maneira, e criar hábitos saudáveis desde os primeiros momentos de vida torna mais fácil que seu filho se desenvolva e tenha mais interesse em continuar comendo esses alimentos em outras fases da vida.

Apresente à criança uma boa gama de alimentos diversos como frutas, legumes, verduras e carnes magras. Evite introduzir na sua alimentação produtos industrializados, ultra processados e refrigerantes, pois estes prejudicarão na boa educação alimentar e não acrescentam nutrientes.

Um bom exemplo muda tudo

Apesar de um prato colorido ajudar na educação alimentar e de hábitos saudáveis, é importante ressaltar que a criança muitas vezes repete comportamentos que vê em seus pais. Por isso, se a criança observar você se alimentado de forma correta, com uma grande variedade de legumes e verduras no prato, maiores são as chances de ela passar a se alimentar bem.

Além disso, estudos mostram que o momento da alimentação também é super importante para assimilar os nutrientes bem no organismo e aprender a apreciar a sua comida. Comer consciente é uma prática inclusive atestada por pesquisadores da Universidade de Massachusetts, que comprovam que comer com a sua atenção plena voltada aos alimentos faz bem para a saúde física, emocional e mental. Portanto, na hora de realizar as refeições, prepare um local tranquilo e calmo, sem estresses e outros instrumentos como tv, por exemplo, que possam tirar a sua atenção do momento da refeição. Pelo contrário, aprecie a sua comida e tire um tempo com seus filhos. Dessa forma, tanto eles quanto você poderão fazer da refeição um momento especial.

Abuse da criatividade para ter hábitos saudáveis

  • Coloque os alimentos que compõem a refeição separadamente no prato ou em cumbucas individuais. Eles devem ter cores e texturas diferentes. Deixe a criança se servir sozinha e provar cada uma das diferentes porções:
  • Para deixar a salada mais atraente, espalhe sobre as folhas croutons, batata-palha, ovo cozido picado, pedaços de frutas amarelas e vermelhas como manga ou morango;
  • Faça desenhos em cima do purê de batata. Nada complicado: pode ser um círculo ou uma espiral com ervilhas frescas ou congeladas. Não use as enlatadas;
  • Outra ideia é espetar flores de brócolis japonês cozidas al dente sobre o purê. Fica mais gostoso quando é a própria criança quem faz a decoração de seu prato;
  • Cremes ou pastas de vegetais servidos sobre torradas, frutas e legumes no espetinho também são maneiras simples de valorizar o visual da comida;
  • Espante o tédio da mesa variando o preparo de cada alimento: um dia sirva cru, outro em forma de bolinhos ou refogado, cortado em rodelas, ralado etc.;
  • Brincar com a apresentação do prato não significa esconder algum tipo de alimento. Chuchu é chuchu, tomate é tomate, mesmo que eles sejam, por exemplo, apresentados em forma de flor.