Alimentação

5 motivos para não tirar a gordura da sua dieta

Atualizado em 15 de maio de 2019
5 motivos para não tirar a gordura da sua dieta

Apesar de serem consideradas a causa da obesidade e de problemas de saúde, em quantidades razoáveis, podem garantir o bom funcionamento do organismo

Dietas de baixo teor calórico costumam retirar totalmente ou quase a gordura do cardápio de quem quer emagrecer ou baixar os níveis de colesterol e triglicérides. Mas nem sempre isso é uma boa ideia para a saúde.

Mesmo porque, de acordo com o Dr. Marcelo Paiva, cardiologista e coordenador do Centro de Cardiologia do Hospital 9 de Julho, quando as taxas de LDL estão muito elevadas, é preciso fazer uma investigação clínica. “Deve-se levar em consideração fatores hereditários, além de possíveis problemas endocrinológicos (como alterações na glândula tireoide), hepáticos e renais, porque nem sempre a alimentação é a responsável. Além disso, o uso de alguns medicamentos impacta nos níveis do colesterol”.

“A alimentação deve sim ser avaliada, mas vale ressaltar que, em média, apenas 20% do colesterol (ruim, ou LDL) no corpo é derivado da alimentação. O metabolismo também influencia muito. Um bom exemplo são aquelas pessoas que comem muito, estão acima do peso, mas com boas taxas de colesterol, enquanto outras mais magras, que se alimentam mais restritamente, têm taxas elevadas”, destaca o médico.

1. Mais açúcar e sódio

Quando as dietas de baixo teor de gordura entraram na moda, os fabricantes de alimentos saíram na frente, com um monte de alimentos para um “coração saudável“, para garfar os consumidores que queriam melhorar sua saúde. No entanto, há um grande problema com os alimentos que tiveram a gordura removida deles, eles tem um sabor horrendo.

Para melhorar isso, os fabricantes de alimentos adicionaram açúcar e sal para compensar a falta de gordura, mas, ainda assim, recompensar o cérebro. Portanto, um produto pode ser rotulado como “com baixo teor de gordura”, mesmo seja carregado com açúcar.

A dieta convencional de baixo teor de gordura também defende o aumento do consumo de certos alimentos:

Óleos Vegetais: Óleos vegetais podem reduzir o colesterol, a curto prazo, mas a longo prazo podem causar danos e estão significativamente associados a inflamação e doenças cardíacas

Trigo Integral: Uma parcela significativa da população pode ser sensível ao glúten do trigo, apresentando sintomas como dor, problemas intestinais cansaço, entre outros sintomas.

2. Triglicérides mais alto

Alta taxa de triglicerídios no sangue é um fator de risco bem conhecido para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Também é um dos aspectos da síndrome metabólica, um conjunto de sintomas que se acredita desempenhar um papel causal na doença cardiovascular, obesidade e diabetes tipo II.

Quando os triglicéridos sanguíneos são elevados é geralmente porque o fígado está transformando carboidratos adicionais em gordura.

Uma vez que a dieta de baixo teor de gordura é também uma dieta com bastante carboidratos, pode levar a um aumento dos triglicéridos no sangue, potencialmente elevando o risco de doença cardiovascular.

3. Faz com que você consuma menos alimentos realmente saudáveis

Apesar de serem demonizadas, ṕroteínas animais com algum teor de gordura costumam ser muito saudáveis. Dietas com baixo teor de gordura não incluem o consumo de alimentos como carnes, excelentes fontes de Ômega 3, vitaminas e minerais, além de creatina, ovos – que estão entre os alimentos mais saudáveis do mundo, laticínios que contém cálcio e vitamina K2 ou até mesmo coco, que atualmente é uma das vedetes de quem quer uma vida saudável.

4. Menos gordura também significa menos HDL

Uma dieta com menos gordura não diminui apenas as taxas de colesterol “ruim”, também diminui o HDL, considerado o bom colesterol, importante para manter a saúde cardiovascular. Com isso, quem ganha espaço é o LDL, o tipo de colesterol prejudicial à saúde.

5. Pode diminuir os níveis de testosterona

Testosterona é o principal hormônio masculino, embora também seja importante para as mulheres em menores quantidades. Como alguns outros hormônios esteróides, é produzido a partir do colesterol. Manter seus níveis equilibrados é importante em vários aspectos da saúde feminina e masculina. Em níveis menores que o recomendado, pode causar perda de massa muscular, com aumento da gordura corporal, além de osteoporose e menos libido.

* Com informações do Authority Nutrition

Leia Também

O quê você quer perder: peso ou gordura?

O quê você quer perder: peso ou gordura?

Gordura marrom: aliada da perda de peso no frio

Gordura marrom: aliada da perda de peso no frio

Gordura pode afetar o desempenho da quimioterapia

Gordura pode afetar o desempenho da quimioterapia

4 alimentos que ajudam a perder gordura abdominal

4 alimentos que ajudam a perder gordura abdominal

Gordura é mais saudável do que alimentação light

Gordura é mais saudável do que alimentação light

Curta nossa página

Siga no Pinterest