Qual é o melhor tipo de protetor solar para sua pele?

O protetor solar deve ser parte importante da nossa rotina de saúde. Além de cuidar da pele, ele evita doenças

Você inclui o protetor solar na sua rotina diária de higiene e beleza? Se não, talvez seja o momento de repensar. Apesar de ser lembrado só quando vamos à praia, a verdade é que o protetor precisa fazer parte dos cuidados diários com a pele. Além de prevenir contra o melasma e manchas na pele, o protetor ajuda a diminuir as chances de desenvolver câncer de pele e melanoma – o tipo mais grave da doença.

Hoje, o câncer de pele corresponde a 33% de todos os diagnósticos da doença no Brasil. Segundo dados coletados pelo Instituto Nacional do Câncer, são registrados cerca de 185 mil novos casos todos os anos. E muitas vezes esses números poderiam ser diferentes através do cuidado e proteção da pele através de um grande aliado: o protetor solar.

E, diferente do que muitas pessoas pensam, o protetor deve ser utilizado todos os dias, não só quando estamos mais expostos ao sol. Independente da estação do ano, ele deve estar presente na sua rotina de cuidado. Afinal, sua principal função é proteger contra os raios ultravioletas (UV), que estão na nossa vida em todos os momentos, mesmo em casa ou no carro, já que entram pelas janelas.

Também nos dias nublados é recomendado o uso do protetor. Isso porque já se sabe que mais da metade dos raios UV conseguem chegar à pele nesses dias, mesmo com as nuvens. Dessa forma, recomenda-se utilizar o protetor solar diariamente no corpo, mas em especial no rosto e nas partes que não são cobertas pela roupa.

Tipos de protetor solar

Ao entrar numa loja encontramos diversos tipos de opção nas prateleiras. Entender o que cada um oferece vai te ajudar a encontrar o protetor ideal para você. Hoje em dia os mais comuns são:

Com hidratante: Este é o tipo mais indicado para peles secas, pois preserva a oleosidade natural e confere um aspecto brilhoso, ao mesmo tempo em que garante a refração da luz solar

Com antirrugas ou anti-idade: Por possuir antioxidantes que preservam a saúde da pele, ajuda a retardar o processo de envelhecimento celular

Para pele oleosa: Pessoas com pele mista e oleosa sempre devem buscar produtos que não deixem a pele ainda mais engordurada. Por isso, procure as opções que são oil free

Protetor solar com cor: Este é o novo queridinho de influencers, artistas e pessoas que trabalham com maquiagem. Possui pigmentos de cor para ser um protetor e, ao mesmo tempo, um item de maquiagem, o que ajuda a proteger contra o envelhecimento precoce da pele

Antipoluição: Possui antioxidantes mais potentes, com o objetivo de devolver o viço à pele

Além destes, também é possível encontrar o produto em spray, em pó, em gel, clareador, em bastão, vegano, corporal e labial.

O melhor protetor para cada tipo de pele

A primeira e mais importante orientação na hora de escolher qual protetor solar comprar é entender o Fator de Proteção Solar (FPS). Este fator representa o tempo que o protetor vai proteger contra os raios solares, ou seja, quanto maior o FPS, maior o tempo que você estará protegido contra os raios UV.

Segundo a Associação Brasileira de Dermatologia, o mais recomendado é que todas as pessoas utilizem protetor com FPS acima de 30. Porém, algumas pessoas ainda precisam utilizar um protetor com fator de proteção mais alto, devido a riscos de trabalho ou até mesmo fatores hereditários. São elas:

  • Pessoas com histórico de câncer de pele ou com casos na família
  • Trabalhadores que passam muito tempo no sol
  • Pessoas que possuam melasma ou rosácea
  • Albinos
  • Pessoas que estejam realizando algum tratamento a laser ou com ácido

Para esse grupo de pessoas é recomendado usar protetor solar com FPS de pelo menos 50.

Fonte: Minha Vida