Alimentação

Shake funciona para emagrecer?

19 de abril de 2018
Shake funciona para emagrecer?

Os shakes de proteína são vedetes do emagrecimento e podem, supostamente, até substituir refeições para ajudar na tarefa, mas isso funciona mesmo?

Estudos mostram que sim, tomar shakes pode ter resultados positivos na perda ou manutenção de peso, mas, é claro, com bom senso e de maneira balanceada.

Não substitua jamais todas as refeições pelos shakes, isso pode causar sérios problemas de saúde, como no caso da jovem de 20 anos que substituiu as refeições por um ‘shake’ e um chá durante oito meses, sem acompanhamento médico, e perdeu temporariamente os movimentos das pernas.

Mas, ao ser consumido de maneira segura, consciente e com acompanhamento adequado, os shakes são um sucesso. Veja algumas perguntas respondidas pela coordenadora de nutrição da rede Mundo Verde para fazer melhor uso desse alimento.

Nosso organismo fica suficientemente nutrido com os shakes?

Normalmente, em sua formulação, esse produto apresenta proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais, que o tornam nutricionalmente balanceado, podendo, assim, ser utilizado como substituto de até duas refeições diárias. As fibras irão promover saciedade e ainda auxiliam na regularização do funcionamento intestinal.

Como escolher o melhor?

Éde extrema importância escolher bem o produto, pois os aditivos químicos, como corantes e adoçantes, contém toxinas, que causam inflamações, dificultam o emagrecimento e manutenção do peso. O ideal também é prepará-lo com leite desnatado ou semidesnatado, pois são menos calóricos se comparados ao leite integral.

Qual é a forma de consumi-lo adequadamente, sem que o alimento prejudique a nossa saúde?

O uso do produto precisa vir acompanhado de uma reeducação alimentar. “Só assim haverá o equilíbrio do hormônio que sinaliza a saciedade, evitando que a pessoa passe fome ou exagere nas outras refeições”, complementa. Vale destacar que idosos, crianças, adolescentes, gestantes, lactantes e indivíduos que apresentam quadros como hipertensão, diabetes ou ainda algum tipo de alergia alimentar só devem consumir shakes com o acompanhamento de um nutricionista e/ou médico.

Curta nossa página

Siga no Pinterest