Equilíbrio

Assuma o controle das suas lembranças e viva melhor!

Atualizado em 14 de julho de 2020
Assuma o controle das suas lembranças e viva melhor!

Nossa mente nos protege de diversas formas, mesmo quando não percebemos. Entenda de que forma as lembranças dolorosas podem ser importantes e como elas podem te ajudar

Neste texto, a psicóloga Adriana de Araújo vai te ajudar a entender como as lembranças de situações ruins podem ser um sinal de proteção da mente, e como retomar o controle desses sentimentos.

Quem sofre no presente costuma associar esse desconforto e dor a problemas do passado. As ideias, lembranças e memórias de algo ruim vivido acabam reverberando na mente da pessoa, de tal modo que desviam por completo a energia de bem-estar. Esses pensamentos, portanto, levam a um desgaste e sofrimento.

Alguns pensamentos são recorrentes, quase compulsivos. Mas outros surgem, quase que sem sentido e atrapalham nosso andamento do dia. Os sentimentos ficam bagunçados e as ideias confusas, o que pode gerar ansiedade e tristeza.

A mente inconsciente busca sempre um modo de fazer o melhor para nós, mesmo que seja de um modo “estranho”, como ao trazer problemas do passado. As lembranças são chaves de sabedoria, aprendizado e vivências. Se entendermos a fundo a intenção é bem provável que haja uma ideia de proteção, de defesa. As vezes, trazer à tona um problema é um modo de buscar soluções que evitem vivenciar algo parecido com esse passado ruim. Quem sofreu um dia pode ter ideias que se repetem sobre o fato para de algum modo buscar caminhos de fuga, alternativas e novas escolhas.

Administrar as ideias é fundamental, ao invés de tentar a todo custo calar essa voz interna. O que se deve fazer em primeiro lugar é aceitar que há uma intenção positiva para isso. Temos dentro de nós um senso maior de proteção. Ou seja, temos sempre a intenção de fazer o bem a nós mesmos, ainda que o resultado final não seja satisfatório.

O que fazer para melhorar?

Distrair a mente, respirar profundamente, meditar, investir o tempo em lazer e em boas companhias é importante. Mas algumas outras atividades podem dar melhores resultados. Uma tarefa muito útil é listar os problemas que surgem de forma recorrente na mente. E, então, escrever como solucioná-los ou mesmo como evitá-los. A mente precisa de um desfecho para que a que as ideias se acalmem dentre de si. A distração é necessária para tirar alguém da dor maior, mas resolver as ideias é o melhor caminho.

Esse processo pode ser feito individualmente ou se necessário através de tratamento emocional. Sessões de psicoterapia são ricas e úteis nesse processo, e podem contribuir para ajudar o cliente a entender as intenções positivas de pensamentos negativos passados. A vida pode e deve ser vivida de forma mais leve e durante as sessões para tratamento o psicoterapeuta vai ajudar nesse caminho de administração, compreensão e libertação de um diálogo interno pouco produtivo.

Por isso, invista em você. Dedique um tempo para compreensão do que está acontecendo na sua mente e se necessário contrate um profissional para lhe ajudar no que for preciso. Sucesso naquilo que busca e até breve!

Fonte: Minha Vida

Leia Também

Aromas podem afetar seu ambiente e humor

Aromas podem afetar seu ambiente e humor

Mindful eating na prática: como comer consciente?

Mindful eating na prática: como comer consciente?

Saúde mental no trabalho: dicas para equilibrar-se

Saúde mental no trabalho: dicas para equilibrar-se

Curta nossa página

Siga no Pinterest