7 dicas para combater e aliviar a depressão

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) 5,8% da população brasileira sofre com a depressão, o que dá um total de 11,5 milhões de casos. Neste artigo a psicóloga Adriana de Araújo fala sobre maneiras de como combatê-la

A depressão é um estado que afeta a mente e as emoções de muita gente. Mas nem sempre é fácil identificá-la, uma vez que ela costuma se confundir com sentimentos que todos temos diariamente. Veja alguns dos sintomas mais comuns de quem tem esse quadro depressivo:

  • Sensação de tristeza maior;
  • Angústia, “aperto no peito”, vazio;
  • Se sente como se tivesse perdido o “rumo”, a direção da vida;
  • O que antes era interessante e motivador, agora parece sem graça;
  • Dificuldade de sentir prazer e alegria;
  • Problemas na concentração;
  • Alteração do sono;
  • Irritação e falta de paciência.

Mas se você se identificou com alguns dos itens acima, não significa que tenha depressão. Porém, é importante que esteja atento ao seu humor. Por isso, tenha carinho e atenção redobrada para com seu estado emocional. Mais à frente, para curar a depressão, são indicados psicoterapia e, em alguns casos, o acompanhamento com um psiquiatra, que pode receitar medicamentos. Lembre-se de procurar um especialista para que você tenha um diagnóstico adequado ao invés de optar por se tratar por conta própria.

No meu livro, “O Segredo Para Vencer a Depressão“, explico não só o que é a depressão, mas também os diferentes tipos de tratamentos e ainda dou dicas de atividades que você pode fazer sozinho para melhorar seu estado emocional. Confira algumas delas a seguir:

Hipnose

Essa técnica é muito útil no tratamento de depressão. É um estado de concentração da mente em que você foca seus pensamentos, diferentemente do nosso estado comum de atenção. Muitos dizem que é um estado alterado da consciência. A hipnose é natural, não há nada perigoso se bem feito. Você pode buscar um especialista ou mesmo aprender o método de auto-hipnose, programando sua mente para uma melhora na sua qualidade de vida. Mas não se engane com a hipnose de palco! A técnica verdadeira não é um show, tampouco um espetáculo.

Atividade Física

A atividade física também produz benefícios à saúde mental. É comprovado cientificamente que a prática de exercício físico regular contribui para o bem-estar corporal e mental. Também ajuda a desviar a atenção dos problemas emocionais e, com isso, proporciona alívio mental, além de reduzir os sentimentos de ansiedade e depressão.

Interação social

Os relacionamentos são fundamentais para o bem-estar de qualquer indivíduo. Ficar sem se comunicar com amigos e familiares não é bom para ninguém. Mas seja primeiramente uma boa companhia, tanto para você mesmo quanto para os demais.

Tenha uma rotina

O sentimento de sucesso ao final do dia é bem importante e acontece quando conseguimos cumprir nossas metas. Com isso, você deve estar atento para se organizar e cumprir com o prometido, pois você pode vivenciar um sentimento de fracasso se tiver um desencontro entre agenda e ação, o que não ajuda em nada. Faça a sua agenda com bom senso, afinal, não adianta colocar muitas coisas no dia se você não está se sentindo bem para realizar todas elas.

Respire

A respiração ajuda a tranquilizar a mente e o corpo. Utilize essa técnica, respirando profundamente e soltando todo ar, quando sentir mais tensão. Não esqueça de respirar fundo pelo nariz e soltar devagar pela boca, mandando embora todos os sentimentos negativos. Uma rotina de meditação, por exemplo, pode ajudar nessa prática.

Cuide da qualidade do seu sono

Dormir bem é sem dúvidas muito importante para o funcionamento adequado da sua mente e do seu corpo.

Cuide dos pensamentos

É tudo o que você tem. Pensar demais no passado não faz bem pra ninguém, já que não podemos mudar o que ficou para trás. Porém, podemos escolher novas ações daqui para frente.

Não esteja distraído da sua vida, principalmente para as coisas belas ao seu redor. Muita coisa boa pode acontecer quando se está aberto para o novo. Sucesso e tudo de bom!

Fonte: Minha Vida