Gratidão! Entenda como aplicar no seu dia a dia

Praticar a gratidão é um processo que não vem fácil. Mas quem consegue aplicá-la na vida sabe lidar melhor com impulsos internos e percebe com mais facilidade as melhores coisas da vida. A psicóloga Adriana de Araújo ajuda a entender melhor o que é esse sentimento

Gratidão é o sentimento de quem é grato à algo ou alguém. Envolve reconhecimento, por exemplo, de uma ação, um benefício, um auxílio, orientação ou ajuda, que se recebeu. Acima de tudo, quem percebe ações positivas, encara a vida com reconhecimento e boa vontade. Portanto desfruta de um estado emocional diferenciado de bem estar. E você? É uma pessoa que tem hábito de cultivar o estado de leveza e bem estar do receber o bem?

Quem consegue lidar melhor com os impulsos internos, as emoções, percebe melhor as facetas da vida. Desse modo, capaz de não se perder em um sentimento negativo é importante para superar obstáculos da vida. O processo de resiliência nos ensina muito isso. Em outras palavras, ela nos ajuda a desenvolver a capacidade de estar além do problema. Ou seja, de conseguir passar por um momento de estresse e poder superar o problema para voltar ao eixo original. A gratidão vem de encontro com esses pontos e ser grato a si e aos outros é reflexo desse processo de desenvolvimento pessoal.

A gratidão vem aos poucos

Sentir-se grato pode ser algo inconsciente e espontâneo. Muitas vezes, nos sentimos como reflexo do que pensamos e percebemos. Por outro lado, quem não está nesse momento se sentindo assim saiba que esse movimento pode ser algo a se desenvolver.

Uma pesquisa científica denominada “A tool for reducing economic impatience” – Psychological Science (Uma ferramenta para reduzir a impaciência econômica, em tradução livre) publicada em 2014, mostrou que estar grato pode, de fato, ajudar a lidar com impulsos e satisfação imediata.

Como desenvolver esse sentimento

A seguir, algumas dicas para desenvolver a gratidão

  • caderno de gratidão: uma vez ao dia escrever 3 coisas que você é grato
  • recordações de situação de gratidão ao longo da vida
  • repetir palavras de gratidão, respeito, reconhecimento e bem estar
  • relaxar a mente através de visualização de momentos de gratidão
  • hoponopono – eu te amo, me perdoe, sinto muito, sou grato(a).

Quando não há o processo de reconhecimento, de empatia, de compreensão do todo para a internalização da gratidão pode ser recomendado o tratamento psicológico. Sessões de hipnose ericksoniana,  e coaching de vida pode ser indicadas para o processo de:

  • desenvolvimento de percepção
  • criação de sintonia e empatia
  • mudança de crença
  • formação de novas perceptivas
  • resiliência
  • relaxamento corporal e mental
  • reconhecimento
  • experimentar através de exercícios a gratidão
  • demonstração de gratidão

Sucesso naquilo que busca e até breve!

 

Fonte: Minha Vida