Smartphones podem causar problemas de saúde

Os smartphones já são parte do nosso dia a dia, mas quando não utilizados de forma correta podem causar danos à nossa saúde

Se você é do time que acorda e já quer pegar o celular para saber de todas as notícias e postar no seu aplicativo favorito, talvez repensar essa rotina seja a coisa mais saudável a se fazer. Apesar dos smartphones serem um aliado para muitas coisas, e se tornaram ainda mais importantes na nossa vida no momento de pandemia de Covid-19, ele também pode agir como um inimigo da saúde, causando estresse, ansiedade e até mesmo dependência. 

Pelo menos é o que uma pesquisa realizada pelo Ibope Conecta concluiu. Segundo o estudo, 52% dos entrevistados não conseguem ficar um dia longe do aparelho. Esta necessidade de estar conectado afeta a todos, seja por conta da família, trabalho ou estudos, afinal, muitas pessoas não ficam nem 5 minutos sem deslizar a tela. Contudo, os smartphones se tornam extensão do nosso corpo, enquanto nosso corpo sofre alguns distúrbios desse modo contemporâneo de viver.

Quais males posso sofrer pelo uso de smartphones?

Quando utilizado de forma correta, o uso do smartphone não impacta muito em nossa vida. O grande problema é quando não conseguimos nos desconectar dele em nenhum momento, o que ultrapassa os limites saudáveis. 

Postura e dores na coluna

Ficamos boa parte do dia conectados, entretanto, sequer pensamos qual a melhor posição para usar tais dispositivos. Apesar de smartphones e tablets serem atrativos pela mobilidade, podem causar pressão em nossos pescoços e costas.

Ao manter os aparelhos abaixo do nível dos olhos, o pescoço fica abaixado por muito tempo, isso pode inclusive, causar dores crônicas e condições que podem, eventualmente, pedir tratamento específico.

Desgaste dos músculos

Muitas pessoas começam a apresentar dores nas juntas dos polegares no final da tarde, o que é causado por serem os dedos mais utilizados para digitar. O mesmo pode acontecer no pulso e nas mãos, por segurarem os dispositivos por muito tempo. 

Sintomas de excesso vão além do corpo

Não é apenas o nosso corpo que sofre com o uso desenfreado de smartphones! Na verdade, a  nossa mente e sociabilidade também podem ser afetadas pelo alto uso de eletrônicos

Sono

Nosso momento de descanso está relacionado à exposição de luz natural, por isso durante a noite o nível de disposição tende a baixar. Desta forma o descanso pode ser pleno e sem interrupções.

Entretanto, aparelhos eletrônicos subvertem essa ordem fisiológica, pois estimulam o cérebro para além da capacidade natural. Estímulos sonoros e visuais na hora de dormir podem causar irritação durante os dias por conta da queda sobre o período de sono, além de insônia. Aliás, em alguns casos, a falta de descanso pode inclusive causar perda de memória, aumento de estresse e agressividade.

Ansiedade e depressão

A enxurrada de informações que estamos expostos a todo momento podem dar a sensação de que estamos sempre perdendo algo, assim, casos de ansiedade têm se tornado comuns. Além disso, ao substituir interações pessoais por comunicação indireta virtual, pessoas podem se sentir deprimidas mesmo que estejam sempre conectadas.

Muita atenção e pouca concentração

A necessidade de estar integrado no mundo real e virtual faz com que várias atividades não recebam a devida atenção, influenciando ainda no estresse mental. Afinal, o cérebro não tem tempo hábil de relaxar entre uma atividade e outra.

Portanto, dividir a atenção entre todos os estímulos pode causar acidentes como quedas e até atropelamentos pela falta de atenção.