Movimento

Câimbras: aprenda a evitar e aliviar a dor

Atualizado em 29 de abril de 2019
Câimbras: aprenda a evitar e aliviar a dor

Quem treina tem mais suscetibilidade às câimbras, especialmente com as baixas temperaturas

Treinar é bom, mas tem nas câimbras um ônus considerável. Embora sejam democráticas quanto a idade e sexo, podem ser facilitadas pela atividade física intensa. Segundo o Dr. Eduardo Rauen, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED), da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) e da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), o excesso de atividades físicas sem o devido descanso muscular é a causa mais popular da dor, além da desidratação do músculo. Outras possíveis causas são a falta de magnésio e cálcio, além do uso de medicamentos como diuréticos, remédios anti-hipertensivos e contra colesterol.

Mas é possível prevenir as câimbras? De acordo com o médico, sim. Como formas de prevenção, o Dr. Rauen indica manter a hidratação em dia, descanso muscular regular e, em caso de pacientes que não praticam atividades físicas, fazer um alongamento antes de dormir.

E as bananas?

As populares bananas, que muitos consideram milagrosas para as dores, enquanto outros dizem ser ineficazes podem funcionar. “Uma das indicações é comer bananas, não pelo potássio, como é dito popularmente, pois a substância está ligada ao relaxamento muscular; mas pela glicose, que ajuda na nutrição dos músculos e, consequentemente, combate os episódios dolorosos“, esclarece.

A hora da dor

No momento específico da dor, porém, alguns métodos são recomendados para aliviar um pouco o sofrimento. Não adianta apenas relaxar o músculo para interromper a contração, pois ela se caracteriza exatamente por ser involuntária. O ideal é fazer um alongamento no local com o movimento contrário ao da contração.

“É indicado, ainda, fazer uma compressa morna, de água quente, e uma massagem suave no local da contração, que contribui ao relaxamento do músculo. O principal é alongar o membro acometido” explica Dr. Eduardo.

Outras causas

Ele ainda cita outras condições que podem aumentar o risco de se apresentar câimbras, como a gravidez, que força músculos até então não muito utilizados pela mulher, pacientes sob o tratamento de hemodiálise e condições externas como as baixas temperaturas, que podem aumentar a sua frequência.

Leia Também

Banana: 7 benefícios da superfruta

Banana: 7 benefícios da superfruta

Quer treinar sem se machucar? Aprenda aqui

Quer treinar sem se machucar? Aprenda aqui

Posso treinar com dor?

Posso treinar com dor?

Conheça os cuidados para quem começa a se exercitar

Conheça os cuidados para quem começa a se exercitar

Evite as dores musculares após o treino

Evite as dores musculares após o treino

Curta nossa página

Siga no Pinterest