Movimento

Os 10 maiores benefícios do pilates

Atualizado em 6 de junho de 2019
Os 10 maiores benefícios do pilates

O pilates ganha cada vez mais adeptos, mas além do corpo, pode oferecer inúmeros benefícios

O pilates foi criado pelo Dr. Joseph Pilates, que no fim do século XIX, na Alemanha. Como foi uma criança frágil, asmática, raquítica e com febre reumática, cresceu determinado a melhorar a sua condição física e devotou-se ao estudo e a prática da construção de um corpo forte e sadio.

A modalidade ganha cada vez mais adeptos no mundo inteiro por suas características que o diferem de outras atividades físicas e que geram inúmeros benefícios. A personal trainer especialista em Pilates, Juliana Tormenta, comenta alguns destes benefícios e como a prática pode ajudar a ter mais qualidade de vida.

    1. Músculos mais tonificados e alongados: no Pilates os exercícios tendem fortalecer e alongar ao mesmo tempo. A musculatura de praticamente todo o corpo é trabalhada de forma integral fazendo com que o aluno ganhe massa muscular e fique mais flexível.
    2. Ganhos de força e estabilização do centro: o centro, também conhecido como Core, corresponde aos músculos que circundam nosso centro de gravidade, ou seja, a região próxima ao umbigo. São os músculos abdominais, lombares e do quadril que ganharão mais força.
    3. Prevenção de lesões: a prática leva ao fortalecimento não só dos grandes grupos musculares, mas também da musculatura profunda, dos ligamentos e tendões, prevenindo assim as lesões.
    4. Alívio de tensões e dores nas costas: com o fortalecimento da musculatura o aluno passa a não tensionar de forma desnecessária outras partes do corpo decorrentes da fraqueza e, consequentemente, tem o alívio das tensões e dores nas costas.
    5. Melhora da postura: a educação do aluno é fundamental para que ele crie um novo conceito, afinal, em média são apenas duas horas de aula na semana, contra muitas outras no dia a dia em diferentes atividades. Se ele já tiver esses conceitos introjetados, as mudanças ficam mais fáceis e rápidas.
    6. Consciência corporal:  se há algo muito importante é o fato de o aluno prestar atenção ao próprio corpo.  Fazemos o tempo todo uma comunicação com o mundo externo através dos cinco sentidos (visão, audição, olfato, tato e paladar) e essa comunicação com o mundo interno também é necessária, só que são feitas através das terminações nervosas que levam os estímulos aos músculos, articulações e órgãos.
    7. Coordenação motora: no Pilates ela é trabalhada de forma geral, exercitando músculos grandes e pequenos de acordo com a capacidade do aluno, o que auxilia desde as tarefas diárias, como sentar, levantar, puxar, empurrar, até a preparação de alguma outra modalidade, como corrida, futebol, tênis, entre outras.
    8. Equilíbrio: o Pilates tem grande importância no desenvolvimento do equilíbrio mental e também do equilíbrio físico. No que se refere ao equilíbrio físico, o corpo é trabalhado para possuir o mesmo nível de estabilidade e força entre os membros. Má postura, hábitos errados, lesões, fazem com que o corpo entre em desequilíbrio. Já no caráter mental, o equilíbrio vem por meio dos exercícios já citados nos itens de consciência corporal e coordenação motora, que geram auto-estima, sensação de superação; e no seguinte a ser explicado que é a concentração.
    9. Condicionamento físico: um pouco mais voltado para a resistência física e fortalecimento muscular, o Pilates proporciona uma tonificação muscular que para ser mantida, exige queima calórica. Importante ressaltar que na prática do método, não há uma queima calórica significativa como em uma atividade aeróbica. Pode-se até combinar alguns desses exercícios dentro de uma aula, porém o aluno deve ter consciência que foge um pouco do método tradicional do Pilates.
    10. Concentração: este é um dos conceitos mais diferenciados que o Pilates proporciona, pois o fato de o aluno prestar atenção nos princípios da prática, como a respiração, posicionamento da pelve, cintura escapular, posicionamento da caixa toráxica, ativação de centro, concentração no movimento entre tantos outros, faz o aluno se conectar consigo mesmo, de viver aquele momento da aula que é totalmente dele, deixando para fora da sala os problemas e preocupações do dia a dia, diminuindo o estresse e saindo mais renovado.

Leia Também

Pilates ajuda músculos a permanecerem jovens

Pilates ajuda músculos a permanecerem jovens

Pilates clássico X contemporâneo: qual é o melhor?

Pilates clássico X contemporâneo: qual é o melhor?

4 exercícios de pilates para fazer em casa

4 exercícios de pilates para fazer em casa

Como o pilates pode aliviar a sua TPM

Como o pilates pode aliviar a sua TPM

Neopilates: mais desafios e queima de calorias

Neopilates: mais desafios e queima de calorias

Curta nossa página

Siga no Pinterest