Relacionamento

Obesidade felina: aprenda a emagrecer o seu gato

Atualizado em 18 de maio de 2019
Obesidade felina: aprenda a emagrecer o seu gato

Ajude seu gato a perder peso e entenda os riscos da obesidade felina

A obesidade atinge de 25% a 30% da população felina. Apesar de parecer fofo, um gato “gorducho” pode estar em sério risco. Entenda essas complicações e aprenda a emagrecer o seu gato.

O que vem com a obesidade felina?

A obesidade é uma complicação que não anda só. Ela pode contribuir com o surgimento de outros problemas de saúde, tais como doenças respiratórias, cardiovasculares, dermatológicas, ortopédicas, renais e hepáticas. A obesidade também aumenta as chances de o animal desenvolver diabetes, o que acarreta vários transtornos ao animal, podendo levar à morte.

Meu gato está obeso?

O gato é considerado obeso quando apresentar um sobrepeso a partir de 30% do seu peso estimado. Para diagnosticar este estado, o ideal é leva-lo ao veterinário para uma avaliação, inclusive para identificar as causas da obesidade, que pode ser desde um comportamento sedentário somado a uma alimentação inadequada até uma situação de hipertireoidismo.

Entretanto, há alguns truques que podem ajudar a identificar se o pet está acima do peso ou não: ao olhar o gato de cima, ele deve ter uma cintura visível e ao apalpar a região do tórax do animal, deve ser possível sentir as costelas. Esses são sinais de que o pet não está obeso, mas para uma avaliação completa e certeira, o recomendado é levar o gato para ser examinado no veterinário.

Como emagrecer meu gato?

A perda de peso estimada para gatos é de 0,5 a 1% do peso corporal por semana. “Dependendo de quanto peso o animal tem que perder, o tratamento pode durar vários meses”, alerta Patrícia Padovez, veterinária e coordenadora técnica da Farmina Pet Foods. Segundo a profissional, a dieta deve ser prescrita por um veterinário, que irá acompanhar a perda de peso e o escore corporal do pet.

As embalagens das rações possuem uma tabela com a quantidade diária recomendada, para os diferentes tamanhos de cães ou gatos e esta quantidade é diária, não deve ser oferecida a cada refeição. Ofereça a quantidade diária de alimento dividida em várias vezes ao dia.

Existem rações para manutenção e para perda de peso. Alimentos com alto teor de fibra e o aumento da ingestão de água também podem ajudar a saciar o apetite.

Evite a obesidade felina

Brinque com seu gato! Gato sedentário tende a tornar-se obeso, por isso, estimular o gasto de energia é essencial. Ofereça brinquedos para o bichano se exercitar.

Bolinhas, arranhadores, caixas de papelão e caneta laser são excelentes opções para o pet brincar. Outra dica é preparar o ambiente para que o animal se exercite: felinos gostam de lugares altos para explorar.

Leia Também

13 alimentos proibidos para cães e gatos

13 alimentos proibidos para cães e gatos

7 motivos pelos quais gatos melhoram sua saúde

7 motivos pelos quais gatos melhoram sua saúde

5 benefícios dos animais para a saúde

5 benefícios dos animais para a saúde

7 dicas para viajar com seu animal de estimação

7 dicas para viajar com seu animal de estimação

Gateira ou cachorreira: o que isso diz sobre sua personalidade

Gateira ou cachorreira: o que isso diz sobre sua personalidade

Curta nossa página

Siga no Pinterest