Relacionamento

Filhos de pais estressados podem tornar-se obesos

Atualizado em 24 de abril de 2019
Filhos de pais estressados podem tornar-se obesos

Pressão parental é um dos fatores de risco para o ganho de peso, segundo pesquisa realizada em três cidades americanas

Pesquisadores compararam as taxas de obesidade de crianças hispânicas em Chicago, Miami, Nova York e San Diego com os níveis de estresse de seus pais em casa e no trabalho.

A taxa de obesidade das crianças aumentou de acordo com a quantidade de estresse seus pais enfrentaram – de 20% entre as crianças cujos pais tinham nenhum estresse para 34% entre aqueles cujos pais tinham três ou mais fatores de estresse, que incluem dificuldades no trabalho ou no relacionamento, entre outros.

Após o ajuste de outros fatores, como idade, sexo, local de nascimento e endereço, os pesquisadores concluíram que os pais com três ou mais fontes crônicas de estresse tinham duas vezes mais probabilidade de ter crianças obesas do que aquelas sem stress.

Os resultados devem ser apresentados hoje na reunião anual da Sociedade da Obesidade, em Los Angeles.

Com isso, os pesquisadores acreditam que os adultos com altos níveis de estresse devam procurar ajuda e fazer um tratamento multidisciplinar com a família.

Leia Também

Crianças com colesterol: os riscos agregados à doença

Crianças com colesterol: os riscos agregados à doença

Distúrbio alimentar comum em crianças pode passar despercebido

Distúrbio alimentar comum em crianças pode passar despercebido

Gordura no fígado é cada vez mais comum em crianças

Gordura no fígado é cada vez mais comum em crianças

3 mitos e verdades sobre obesidade infantil

3 mitos e verdades sobre obesidade infantil

Obesidade infantil: a culpa é de quem?

Obesidade infantil: a culpa é de quem?

Curta nossa página

Siga no Pinterest