Relacionamento

Distúrbio alimentar comum em crianças pode passar despercebido

Atualizado em 1 de fevereiro de 2019
Distúrbio alimentar comum em crianças pode passar despercebido

Aquela criança chata para comer pode ter um problema maior e mais sério do que parece

Crianças costumam ter muitos problemas com comida. A “chatice” para comer em um determinado período da vida das crianças é quase normal e costuma melhorar com o crescimento.
Mas quando as limitações aumentam com o tempo, isso pode significar o que é chamado de transtorno alimentar restritivo/evitativo (TARE), um termo cunhado e adicionado ao dicionário de desordens mentais em maio de 2013.

Esse distúrbio é diferente de outros transtornos alimentares como anorexia nervosa, porque não tem a ver com a imagem corporal distorcida ou um desejo de perder peso. Ele se caracteriza pela recusa progressiva de ingestão de alguns tipos de alimentos.

Além disso, a maioria das pessoas diagnosticadas com o transtorno são crianças. Os sintomas parecem ser causados por algo que aconteceu na primeira infância, como asfixia, vômitos, uma relação ruim com uma babá, creche ou escolinha e até problemas psicossociais, como depressão ou ansiedade.

A percentagem de meninos com TARE é mais elevada do que outros distúrbios alimentares, mas, ainda assim, a maioria das crianças diagnosticadas (70%) são do sexo feminino.

A Dra. Debra Katzman, do Hospital for Sick Children, no Canadá, aforma que isso vai além da “chatice para comer” e é algo muito desafiador para a classe médica, pois é complicada para tratar, e deve abordar tanto os aspectos médicos quanto questões psicossociais.

Se não tratada, as crianças e adolescentes podem ter complicações graves em um longo prazo. Cerca de 13% dos pacientes atendidos em programas de transtorno alimentar pediátrico são diagnosticados com TARE.

A conscientização sobre a doença é importante para que problemas maiores sejam evitados em um futuro próximo. Conversar e procurar ajuda é o primeiro passo para garantir que crianças com dificuldades se tornem adultos mais saudáveis.

Leia Também

A representatividade de ter bonecas negras

A representatividade de ter bonecas negras

Aprender música faz bem para as crianças

Aprender música faz bem para as crianças

Silicone atrapalha a amamentação? Entenda

Silicone atrapalha a amamentação? Entenda

Como fazer o casamento dos sonhos sem gastar muito

Como fazer o casamento dos sonhos sem gastar muito

Como melhorar a alimentação de crianças que comem mal?

Como melhorar a alimentação de crianças que comem mal?

Curta nossa página

Siga no Pinterest