Saúde

Os melhores substitutos para o feijão

1 de março de 2019
Os melhores substitutos para o feijão

Com as substituições é possível ampliar o paladar e evitar os preços altos do feijão

“Dez entre dez brasileiros preferem feijão! Esse sabor bem Brasil, verdadeiro fator de união da família.” Estes são os primeiros versos da canção “Feijão Maravilha”, do grupo As Frenéticas, tão clássica quanto um dos alimentos mais querido e consumido pelos brasileiros, principalmente na companhia do arroz. O feijão, em suas mais diversas formas e tipos, é uma leguminosa superpoderosa para a alimentação. Altamente nutritivo, também se destaca por sua versatilidade culinária, fazendo parte dos mais tradicionais pratos e composições gastronômicas, em todas as regiões do país.

Leia também: Painço: benefícios para a saúde e para a perda de peso

No entanto, o alto preço está fazendo o feijão sumir da mesa dos brasileiros. O preço do feijão subiu novamente e a saída é buscar outros alimentos para substituí-lo. A boa notícia é que existem vários alimentos com as mesmas características nutricionais do feijão. As nutricionistas do Hapvida Saúde, Débora Lima e Rafaela Souza, indicam cinco opções com preços mais em conta e que substituem o feijão muito bem: lentilha, ervilha, grão-de-bico, soja e fava.

Débora explica que a lentilha é um alimento fonte em proteínas, carboidratos e vitaminas do complexo B, ácido fólico, potássio, fósforo, cobre, ferro e magnésio. Já a ervilha é fonte de vitamina B1 e, moderadamente, rica em ferro, potássio e cálcio. “Ela tem melhor digestão se for consumida bem cozida e sem a pele”, observa Débora Lima – a ervilha pode ser preparada em sopas, saladas e risotos.

Leia também: Kefir: o superalimento probiótico que você deve conhecer

Rafaela revela que o grão-de-bico é composto de carboidratos, proteínas e fibras, sendo fonte das vitaminas do complexo B, de ácido fólico, de ferro, fósforo e potássio, devendo ser consumido cozido. “É um alimento que pode ser vendido seco ou enlatado e costuma ser servido em forma de saladas”, acrescenta.

Outra dica de Rafaela é a soja, um alimento vegetal, fonte de proteína e que contém em sua composição carboidratos e fibras, sendo também fonte de vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, magnésio, potássio e iodo. “A soja é considerada um alimento funcional, pois atua na prevenção de doenças crônico-degenerativas como os cânceres de mama, de cólo de útero e de próstata”, ressalta.

A quinta opção para substituir o feijão é a fava. Embora também seja fonte de proteína, carboidratos, fibras, ferro, magnésio, potássio, zinco, vitaminas do complexo B e antioxidantes, a fava deve ser consumida com cuidado, pois é a mais calórica entre todas as opções apontadas pelas nutricionistas.

Curta nossa página

Siga no Pinterest