Saúde

A fórmula perfeita para emagrecer existe?

Atualizado em 2 de maio de 2016
A fórmula perfeita para emagrecer existe?

Dieta milagrosa? Eliminar cinco quilos em uma semana? Fique atenta, pois isso pode ser uma cilada

Oportunidades para a mulherada abusar nas dietas radicais não faltam. Seja com a chegada do verão, dias antes de um casamento ou de uma festa importante, elas correm atrás da dieta da sopa, da água, do shake – tem até quem tome laxante para a barriga ficar lisinha – e os resultados são só a curto prazo, afinal de contas, o corpo humano precisa de determinados nutrientes para se manter firme e forte. Por isso, o ponto principal está em unir a quantidade ideal de vitaminas, minerais, carboidratos e proteínas necessárias diariamente.

 

E quem pode fazer o casamento perfeito desses itens é o nutricionista. E como um bom exemplo, nós do Ganha Quem Perde, corremos atrás dos melhores profissionais do ramo para que apresentassem o que é preciso levar em consideração na hora de iniciar uma dieta. Aprenda com a gente e fique linda, magra, e o principal: com saúde!

 

Alimentos desintoxicantes e pós-atividades físicas

Ao longo do dia, muitas pessoas acabam fugindo do regime e aquela bolachinha recheada entra no lanche da tarde ou um refrigerante, e isso faz com que o corpo seja bombardeado por resíduos tóxicos. “Esses maus hábitos geram o acúmulo de toxinas no organismo. Mesmo que o corpo, automaticamente, já elimine grande parte destes ‘detritos’, se essa dieta seguir diariamente, vai chegar um momento em que as células não conseguirão retirar todos os resíduos e acendemos o sinal vermelho”, explica Myrla Merlo, nutricionista clínica e esportiva.

 

Para dar uma acelerada na eliminação, evite comer muitos alimentos gordurosos e industrializados. Além disso, abuse de saladas de frutas com aveia, sucos compostos, como de cenoura com maçã, peixes, laticínios magros e chá verde. É importante lembrar que uma dieta desintoxicante não tem como objetivo perder peso e, sim, eliminar toxinas. A perda de peso é consequência.

 

Dado o primeiro passo, o segundo é manter exercícios físicos constantes, como musculação e principalmente as atividades aeróbicas, como a esteira ergométrica, bicicleta, transport, entre outros. E logo após suar a camisa, o ideal é consumir alimentos que reponham as reservas de energia dos músculos, como sanduíche de peito de peru, suco natural, cereal matinal com iogurte desnatado, saladas e grelhados.

 

Todo cuidado é pouco

Algumas dietas milagrosas, como as citadas no começo desta reportagem não são indicadas para quem busca um corpo sarado e saudável. “Não foi realizado nenhum tipo de estudo específico em cima desses regimes. Além disso, eles não consideram o biotipo de cada pessoa, ou seja, se possui algum problema de tireóide, por exemplo, ou se tem casos de diabetes na família. Então, o recomendado é procurar um profissional, independente da vontade da pessoa: engordar ou emagrecer”, alerta a nutricionista Luliane Guerra Cardoso.

 

Outro problema é a restrição de proteínas, fibras, vitaminas e minerais dessas dietas. “As pessoas perdem muito peso, mas infelizmente é apenas massa magra e água. Dificilmente uma pessoa conseguirá fazer dietas restritivas por muito tempo. O ideal é a reeducação alimentar”, garante Myrla.

 

Dicas

As nutricionistas apontam que o radicalismo nunca é a melhor solução. Por isso, não se prive de doces, mas consuma-os com moderação. Lembre-se que eles são totalmente dispensáveis da dieta. Consuma gorduras boas para o organismo, como pães e biscoitos integrais, aveia, granola, frutas frescas desidratadas, azeite de oliva, nozes, castanhas, amêndoas, sucos naturais, água de coco, soja, atum, salmão, semente de abóbora. Mas não se esqueça, estes alimentos são calóricos, então não coma poucas quantidades. Este é o ponto principal: não abusar!

Leia Também

Como dar uma forcinha para o metabolismo?

Como dar uma forcinha para o metabolismo?

Obesidade e depressão podem ter a mesma origem

Obesidade e depressão podem ter a mesma origem

Bacon: alimento surpreendentemente saudável

Bacon: alimento surpreendentemente saudável

Hipertireoidismo e hipotireoidismo: entenda a diferença

Hipertireoidismo e hipotireoidismo: entenda a diferença

5 recados dos seus joelhos para você

5 recados dos seus joelhos para você

Curta nossa página

Siga no Pinterest