Conheça os alimentos amigos da reeducação alimentar

Cansou de fazer dieta e quer mudar de vida? Conte com a ajuda de alguns alimentos especiais

 

Se você cansou de fazer dieta, parabéns, essa provavelmente é uma decisão muito saudável. Apostar na reeducação alimentar é uma maneira inteligente e sustentável de viver melhor e, consequentemente, perder peso.

 

Se você decidiu que a partir da próxima segunda feira vai abandonar tudo aquilo que considera prejudicial à boa forma, fique atento: o radicalismo pode ser uma armadilha. Abandonar de uma hora para outra tudo que está habituado a comer ou “despedir-se” previamente, exagerando na alimentação nos dias que antecedem a dieta, pode prejudicar seu projeto de emagrecimento, recomenda a nutricionista Sinara Menezes, da Nature Center.

 

De acordo com a profissional da Nature Center, além de afetar o metabolismo, essa alteração repentina no pode levar a um déficit nutricional que compromete tanto a perda de peso quanto a saúde.

 

E, mesmo com a boa intenção, não é tão fácil assim. Existe a gula, existem os momentos em que confundimos nossas emoções com fome e a ansiedade, ah, a ansiedade que nos faz querer devorar até as paredes!

 

Felizmente existem alguns grupos de alimentos que ajudam a passar por esse momento de maneira mais tranquila e indolor. Veja as recomendações da nutricionista com determinadas funções:

Evitar a fome abrupta: consuma alimentos ricos em fibras como a aveia, a spirulina, frutas e vegetais (com casca e talos, preferencialmente). “As fibras solúveis formam uma espécie de gel no estômago, que além de aumentar a sensação de saciedade, ajudam a reduzir a absorção de gorduras”;

 

Turbinar a dieta: alimentos como a linhaça, o óleo de cártamo e o goji berry podem ser ótimas substituições, auxiliando a compor um cardápio altamente nutritivo e, ao mesmo tempo, funcional. Estes alimentos fornecem, benefícios ao organismo como o controle do apetite, a melhora do sistema imunológico e o combate a processos inflamatórios, como a celulite.

 

Potencializar o metabolismo: alimentos termogênicos como o gengibre, a pimenta e a cafeína estimulam o metabolismo e ajudam a aumentar o gasto calórico, além de darem mais pique para as atividades físicas;

 

Para se manter motivada, lembre-se sempre do seu objetivo e comemore sempre que conseguir fazer uma mudança positiva. Não desanime diante dos deslizes e procure sempre auxilio médico para realizar as mudanças da dieta. Com o apoio profissional, este caminho será mais fácil e mais seguro.