Equilíbrio

Meditação é poderosa aliada contra a depressão

Atualizado em 9 de abril de 2019
Meditação é poderosa aliada contra a depressão

Prestes a tornar-se a doença mais incapacitante do mundo, a depressão pode ser controlada com a prática de meditação regular

A depressão é uma doença que não para de crescer em todo o mundo. No Brasil, 6% da população sofre com os males causados pela depressão e já somos o 5º país mais deprimido no planeta. Segundo a Organização Mundial de Saúde, até 2020, a depressão será a doença mais incapacitante do mundo.

Alarmante, não é mesmo? Mas, felizmente, a depressão é tratável e de muitas maneiras.

Antidepressivos e psicoterapia são os tratamentos usuais de primeira linha, mas pesquisas em andamento sugerem que a prática regular de meditação pode ajudar a mudar a maneira como o cérebro responde ao estresse e à ansiedade. É como se a meditação reprogramasse o seu cérebro.

O que a meditação faz ao cérebro

Estresse e ansiedade são os principais desencadeadores da depressão e a meditação pode alterar sua reação a esses sentimentos. “A meditação treina o cérebro para alcançar um foco sustentado e retornar a esse foco quando pensamentos negativos, emoções e sensações físicas se intrometem – o que acontece muito quando você se sente estressado e ansioso”, explica o diretor de pesquisas no Instituto Benson-Henry para Medicina Corpo-Mente, no Hospital Geral de Massachusetts, afiliado à Universidade de Harvard.

Descobriu-se que a meditação altera certas regiões cerebrais que estão especificamente ligadas à depressão. Por exemplo, os cientistas mostraram que o córtex pré-frontal medial (mPFC) se torna hiperativo em pessoas deprimidas. O mPFC é muitas vezes chamado de “eu centro”, porque é onde você processa informações sobre si mesmo, como se preocupar com o futuro e ruminar sobre o passado. Quando as pessoas se estressam com a vida, o mPFC entra em pane.

Outra região do cérebro associada à depressão é a amígdala, ou “centro do medo”. Esta é a parte do cérebro responsável pela resposta de luta ou fuga, que desencadeia as glândulas supra-renais para liberar o hormônio do estresse, o cortisol em resposta ao medo e perigo percebido. É esse mesmo cortisol que te faz engordar.

Pesquisas descobriram que a meditação ajuda a romper a conexão entre essas duas regiões cerebrais. “Quando você medita, é mais capaz de ignorar as sensações negativas de estresse e ansiedade, o que explica, em parte, por que os níveis de estresse caem quando você medita”, diz o Dr. Denninger.

Outra forma de meditação ajuda o cérebro a proteger o hipocampo (uma área do cérebro envolvida na memória). Um estudo descobriu que pessoas que meditaram durante 30 minutos por dia durante oito semanas aumentaram o volume de substância cinzenta no seu hipocampo, e outra pesquisa mostrou que pessoas que sofrem de depressão recorrente tendem a ter um hipocampo menor.

Mude seu pensamento

O objetivo da meditação não é só afastar o estresse ou bloquear pensamentos negativos, mas sim perceber esses pensamentos e sentimentos, ao mesmo tempo em que compreende que você não precisa agir de acordo com eles. Isso pode ser tão simples quanto fechar os olhos e repetir uma única frase ou palavra, ou contar as respirações. “Isso ajuda a fornecer uma certa distância desses pensamentos negativos ou sentimentos estressantes, permitindo que você reconheça que, embora eles te afetem, eles não são você”, diz o Dr. Denninger.

A meditação também pode ajudar a preparar o cérebro para situações estressantes. Por exemplo, meditar por alguns momentos antes de uma consulta médica ou situação social pode ajudar a deslocar o cérebro e o corpo para fora da resposta ao estresse e para um estado de relativa calma.

No entanto, assim como seguir uma dieta e exercício adequados, leva tempo para sentir os resultados da meditação regular. “Mas com a prática, a meditação pode ajudar muitas pessoas a controlar como elas reagem ao estresse e ansiedade que muitas vezes levam à depressão”, diz o Dr. Denninger.

Leia Também

Meditação é uma aliada da boa saúde

Meditação é uma aliada da boa saúde

Os benefícios da meditação para crianças

Os benefícios da meditação para crianças

Redes sociais são gatilho para depressão

Redes sociais são gatilho para depressão

Obesidade é doença do corpo ou da mente

Obesidade é doença do corpo ou da mente

Por que as mulheres estão mais suscetíveis ao estresse?

Por que as mulheres estão mais suscetíveis ao estresse?

Curta nossa página

Siga no Pinterest