Saúde

10 motivos para ir trabalhar pedalando

12 de novembro de 2018
10 motivos para ir trabalhar pedalando

Ir pedalando ao trabalho pode ser um excelente negócio para a sua saúde e também para o seu bolso

Trânsito é algo extremamente estressante. E muitas vezes na correria do dia-a-dia não temos tempo de praticar alguma atividade física, seja ir à academia, correr no parque e até mesmo fazer ioga em casa. Por isso pedalar para ir ao trabalho pode ser uma excelente alternativa para esses dois problemas e alguns outros.

O número de ciclovias nas grandes cidades tem aumentado a olhos vistos e o número de pessoas que aderiu às bicicletas como meio de transporte faz com que políticas públicas nesse sentido sejam praticamente inevitáveis. Portanto, se você ama pedalar e quer fugir do tráfego intenso, veja alguns motivos bem consistentes para abandonar o carro ou transporte público de vez.

1. Você pode se divertir

Ir de bicicleta para o trabalho é divertido. Muitas pessoas têm melancólicas lembranças de infância sobre andar de bicicleta pelo bairro, desejando que ainda pudessem ser tão despreocupadas em meio aos rigores da vida profissional. Andar de bicicleta para o trabalho permite-lhe retomar essa sensação simples de alegria em sua rotina diária. Observe o seu entorno, ouça os pássaros e acene com a passagem dos ciclistas enquanto você anda. Em breve, você se verá desejando que seu trajeto fosse mais longo.

2. É fitness

Embora as calorias exatas queimadas em um passeio variem entre cada pessoa, sua velocidade e a topografia, o ciclismo queima, em média, tantas calorias quanto a corrida, com consideravelmente menos impactos negativos nas articulações. O ciclismo melhora o condicionamento cardiovascular e aeróbico, reduz a pressão arterial, aumenta a energia, constrói músculos e melhora a coordenação motora.

3. Menos ansiedade e mais bom humor

Pedalar para o trabalho pode transformar seu deslocamento diário em uma forma moderada de terapia. Numerosos estudos mostraram que o exercício diário pode reduzir o estresse, aliviar os sintomas da depressão, melhorar os padrões de sono dos indivíduos com insônia e reduzir a ansiedade. Além disso, o exercício ao ar livre – tanto em contextos urbanos como rurais – aumenta a autoconfiança e melhora o humor geral.

4. Cérebro tinindo

Pesquisas provaram que o exercício moderado e diário pode prevenir o declínio cognitivo, aguçar a memória e o aprendizado e melhorar o desempenho geral do cérebro. Assim, mesmo que andar de bicicleta para o trabalho não o torne um super gênio, no mínimo isso o tornará melhor em seu trabalho.

5. Dinheiro

Andar de bicicleta para trabalhar economiza dinheiro. Muito dinheiro em combustível – que está caríssimo! Acrescente a manutenção de veículos, o reparo ocasional, o seguro e o custo exorbitante do estacionamento, e você terá uma economia alta.

6. Mais dinheiro

Uma análise de custo-benefício de 2011 dos investimentos em Portland, OR, pelo Journal of Physical Activity and Health determinou que os residentes de Portland poderiam economizar entre US $ 388 e US $ 594 milhões em custos individuais de saúde até 2040 devido ao aumento do investimento da cidade em infraestrutura de bicicletas. Acrescente isso à economia gerada pelos empregadores que investem na cultura de bicicletas de uma empresa, os bilhões de dólares gerados anualmente pela indústria de motocicletas em geral e os benefícios econômicos que as comunidades de bicicletas fortes trazem para as empresas, e você tem uma sólida situação financeira. uma bicicleta que até o defensor mais convicto do automóvel teria dificuldade em discutir.

7. Ar fresco

Você pode escolher rotas beirando parques e até mesmo a orla da praia e respirar ar fresco todos os dias. Escolher ir pedalando também garantirá ar mais fresco para todo o mundo. Carros representam 72,6% da emissão de gases efeito estufa na cidade de São Paulo, por exemplo.

8. Conveniência

Quando você vai de bicicleta para o trabalho, encontrar um estacionamento é tão fácil quanto localizar o poste mais próximo, trancá-lo e ir embora. Os ciclistas não ficam presos nos engarrafamentos e não são suscetíveis aos atrasos habituais de trânsito de condução ou transporte público.

9. Círculo virtuoso

Quanto mais ciclistas houver nas ruas, mais seguros estarão. Um estudo de 2008 da Universidade de New South Wales determinou que a segurança no ciclismo é um ciclo virtuoso. Quanto mais pessoas andam em uma determinada cidade, o número de colisões entre motoristas e pessoas andando de bicicleta diminui em termos absolutos naquela cidade. E isso não é simplesmente porque há menos carros. O comportamento do motorista realmente muda para incluir práticas de condução mais seguras quando o número de ciclistas e pedestres aumenta. Como a percepção da segurança relativa do ciclismo melhora com a diminuição das colisões, mais pessoas começam a andar de bicicleta.

10. Liberdade

Para a maioria das crianças, o momento em que elas perdem as rodas de treinamento e voam pela estrada em sua bicicleta parece liberdade. É um momento decisivo de muitas infâncias felizes. Então, a adolescência rola e o carro vem para definir uma nova sensação de liberdade. Mas depois de alguns anos e muitas horas desperdiçadas em engarrafamentos ou circulando um quarteirão da cidade à procura de estacionamento, o carro começa a se sentir mais como uma prisão. Jogue fora os grilhões e encontre aquela sensação de liberdade novamente. Explore a cidade no seu próprio ritmo, experimente uma nova rota, pare para tomar café a caminho do trabalho e confira um novo bairro a caminho de casa. O ciclismo abre avenidas, tanto literais quanto figurativas, para ver sua cidade de uma maneira totalmente nova. É a sua comunidade, viva nela!

Curta nossa página

Siga no Pinterest