Movimento

Quer treinar sem se machucar? Aprenda aqui

21 de janeiro de 2019
Quer treinar sem se machucar? Aprenda aqui

Esse negócio de no pain, no gain está por fora. Aprenda a evitar desconfortos e lesões na hora de praticar seus exercícios físicos

Por Renato Costa*, educador físico na Bluefit Academia

Se você sofre com dores musculares após a prática de exercícios físicos na academia, fique tranquilo: sentir um certo desconforto depois dos treinos é completamente normal, uma resposta fisiológica que geralmente começa 24 horas após a realização dos exercícios. De qualquer forma, é preciso ficar atento.

Às vezes, dores intensas podem indicar que o volume da atividade está acima da condição que o corpo está acostumado.

O ideal é que os treinos sejam montados de acordo com uma anamnese (a entrevista entre o instrutor e o aluno) prévia, respeitando o princípio da individualidade biológica, e levando em conta o nível de treinabilidade, gênero, idade e memória muscular, entre outros aspectos.

É válido lembrar que a sensibilidade à dor é individual, ou seja, cada um terá uma resposta própria, ainda que os estímulos sejam os mesmos. Algumas dicas são descansar bem a musculatura treinada, manter uma alimentação adequada (de preferência com o acompanhamento do nutricionista), ter qualidade no sono, alongar antes e depois dos treinos e beber bastante água. Os treinos devem ter cargas progressivas, e a execução dos movimentos precisa ser adequada para que o corpo reconheça as respostas apresentadas a cada treino.

Mesmo quem treina há bastante tempo pode sofrer com o desconforto, especialmente em sessões mais exaustivas e intensas, ou no início de novos programas de treinamento. O corpo sempre responderá às mudanças com uma dor muscular leve. Não existe fórmula para evitá-la, mas as estratégias que dão certo para um iniciante também servem para quem já treina há mais tempo: ingerir muita água, manter uma dieta adequada e dormir boas noites de sono.

Um dos mitos difundidos é o de que comer uma banana diminui as chances de cãibras. Na verdade, esse tipo de contração muscular súbita está muito mais relacionada à desidratação do que a falta de potássio no organismo. Outro conceito famoso é o “*no pain, no gain*” (sem dor, sem ganho).

O fato de o músculo não doer significa que sua tolerância a dor melhorou e que aquele treino já não causa as mesmas respostas que no início do programa. Ou seja, é, sim, possível ganhar massa muscular sem dores leves ou intensas.

A natação é reconhecida amplamente como uma atividade física completa. De fato, trata-se de uma atividade excelente e que traz diversos benefícios à saúde. Mas, para tornar o organismo mais forte e resistente às dores e lesões, a musculação ainda é a prática mais indicada. O trabalho na academia é capaz de acelerar a adaptação neuromuscular e estrutural, que pode reduzir as dores. Dessa forma, as articulações e seus acessórios como tendões, ligamentos, bursas e meniscos, sofrem menos impacto com as atividades do dia a dia.

*Renato Costa é professor de Educação Física na unidade Carijós da Bluefit

Curta nossa página

Siga no Pinterest