Saúde

Síndrome metabólica: você sabe o que isso?

11 de setembro de 2015
Síndrome metabólica: você sabe o que isso?

Doença causada por hábitos como tabagismo e má alimentação pode aumentar a taxa de gordura visceral

 

Dados do Ministério da Saúde revelam que praticamente metade da população brasileira está acima do peso ideal (48,5%). Mas, se a obesidade ainda é motivo de preocupação, agora as lentes estão voltadas para a Síndrome Metabólica (SM), conjunto de doenças que atinge uma em cada quatro ou cinco pessoas e multiplica os riscos do infarto.

Estas doenças são a obesidade – principalmente àquela caracterizada com aumento de cintura abdominal, pressão alta, alterações de colesterol, triglicérides e glicemia.

“Indivíduos com SM têm duas a três vezes mais chances de adquirir uma doença cardiovascular. Nesse sentido, temos recorrido a técnicas mais sofisticadas para determinar não apenas a gordura corporal, mas principalmente a visceral. Afinal, temos encontrado elevada prevalência de SM em pessoas não-obesas, e a gordura visceral parece ser o elo entre o tecido adiposo e a resistência à insulina, que é uma característica da Síndrome Metabólica”, diz Leonardo Piber, médico ultrassonografista do Centro de Diagnósticos Brasil (CDB).

Os fatores de risco principais são aqueles que levam ao ganho de peso, como alimentação com excesso de carboidratos simples e gorduras saturadas, além do sedentarismo. Além disso, o tabagismo pode aumentar o risco cardíaco e potencializar as consequências da síndrome metabólica ao coração. A história familiar de problemas cardíacos também é importante quando analisamos o impacto na síndrome metabólica no organismo.

Curta nossa página

Siga no Pinterest