Equilíbrio

Comer para ficar feliz é sinal de problemas

Atualizado em 15 de maio de 2019
Comer para ficar feliz é sinal de problemas

Sintomas e causas precisam ser compreendidos para que os transtornos – alimentares e psíquicos – não se fundam

Segundo Maristela Temer, psicanalista especializada em obesidade e transtornos alimentares, a qualidade de vida tem um conceito extremamente dinâmico e depende de diversas variáveis que envolvem bem-estar físico, mental e social. Esse conceito está restrito a uma elite brasileira. A especialista discorreu sobre o controle na qualidade de vida, a relação entre saúde e patologia: prazer ou sacrifício; liberdade ou prisão. “Controle a gente não tem. Nenhum, nunca. Mas precisamos ter a sensação de controle para vivermos bem. O limite é o bom senso”.

 

Maristela explica que a rigidez alimentar, os exercícios físicos massacrantes, a preocupação excessiva com a aparência, a insatisfação constante consigo mesmo, o prejuízo na vida social são sintomas, manifestações repletas de significados. E o sintoma é a expressão de sofrimento”. Para ela, o comportamento compulsivo é a expressão máxima da neurose.
A psicanalista esclareceu que compulsão é um vazio e é um sintoma. “Muitas vezes a compulsão se deve a pessoa tentar se parecer um outro, porque não consegue aceitar a si mesma. E isso precisa ser tratado”.

Sobre o tratamento de transtornos alimentares pela terapia cognitiva-comportamental, Maristela esclareceu que a terapia não trabalha o inconsciente, ela trata somente o sintoma. “Você tem que tratar a psiquê do paciente. A cirurgia bariátrica, por exemplo, resolve um problema, mas não trata a ansiedade, o sofrimento, a compulsão, que são fontes da doença”, finaliza.

Leia Também

Pesquisa associa ingrediente de produtos de higiene a osteoporose

Pesquisa associa ingrediente de produtos de higiene a osteoporose

Terapia: uma das melhores ferramentas para emagrecer

Terapia: uma das melhores ferramentas para emagrecer

Não consegue meditar? A gente te ajuda

Não consegue meditar? A gente te ajuda

Grupo de mulheres cria “Google” para saúde feminina

Grupo de mulheres cria “Google” para saúde feminina

Você precisa tomar banho todos os dias?

Você precisa tomar banho todos os dias?

Curta nossa página

Siga no Pinterest