Saúde

Sua faxina pode queimar calorias

20 de outubro de 2015
Sua faxina pode queimar calorias

Seus dias de gata borralheira não são de todo desperdiçado, emagreça com as tarefas domésticas

Arrumar, limpar, passar e lavar nem sempre são tarefas feitas de bom grado, mas elas podem render mais que casa cheirosa, podem ajudar a queimar as calorias extras.

Homens e mulheres avessos à academia podem encontrar nas tarefas domésticas uma boa maneira de reduzir o peso, afinal, o trabalho de casa nunca acaba mesmo.

Veja quantas calorias são gastas em atividades corriqueiras, segundo informações da Condor:

Lavar roupa: 60 calorias / 30 minutos

Empurrar e puxar a roupa com vigor – músculos trabalhados: Utiliza muito bíceps, tríceps e deltoides, além da estabilidade do tronco para uma melhor postura, e o antebraço, ao segurar com firmeza o material.

 

Varrer, esfregar o chão, passar aspirador de pó: 90 calorias / 30 minutos

Músculos trabalhados: Peitoral, dorsais e deltoides, ativação dos músculos posturais para manter a estabilidade e membros inferiores durante o deslocamento.

 

Lavar louça, limpar a pia e o fogão: 75 calorias / 30 min.

Músculos trabalhados: Deltoides e antebraço

 

Passar roupa: 69 calorias / 30 minutos

Músculos trabalhados: Bíceps, tríceps e deltoides, além da estabilidade do tronco para uma melhor postura e do antebraço, que segura com vigor o ferro de passar.

 

Arrumar camas, arrumar armários, tirar a poeira dos móveis: 75 calorias / 30 minutos

Músculos trabalhados: Músculos paravertebrais e abdômen, acionados o tempo todo para estabilização da coluna, e todos os músculos dos membros superiores acionados em diferentes estágios do processo.

* Referência de gastos em uma mulher de 60kg

 

Cuidados

Como em qualquer atividade física, no entanto, é preciso tomar cuidado com a postura para que a atividade física não termine em lesão. O educador físico Moises Marinho, coordenador técnico da Fórmula Academia, dá algumas dicas:

 

  • – Mantenha o abdômen acionado (levemente contraído) para proteger a região lombar. A musculatura paravertebral, que dá apoio à coluna também é exigida o tempo todo;
  • – Deve-se atentar para a queda e projeção dos ombros depois de um longo tempo da atividade, que se dá pelo cansaço da musculatura dorsal. Nesse momento, uma pausa deverá ser considerada, pois muito tempo nessa posição poderá causar compressão excessiva das vértebras torácicas e cervicais;
  • – Flexione os joelhos na hora de agachar para pegar objetos no chão, mantendo a estabilidade do tronco;
  • – O alongamento deverá ser inserido nas atividades do cotidiano, pois muitas das posições e rotações do tronco exigem maior flexibilidade e elasticidade dos tendões. A falta pode acarretar em tendinite e lesão do tecido do tendão, que leva mais tempo para se regenerar que o tecido muscular.

Curta nossa página

Siga no Pinterest