Hidratação da pele pode ter relação com problemas de coração e Alzheimer

Um estudo publicado nessa semana suporta a relação entre hidratação da a pele após os 50 anos e a redução de processos inflamatórios

Hidratar a pele é importante para manter a elasticidade e viço desse que é o maior órgão do corpo humano. Mas parece que a hidratação é ainda mais importante com o passar dos anos. Um estudo publicado no Jornal da Academia Europeia de Dermatologia aponta que em pessoas com mais de 50 anos a pele não hidratada e com pequenos sintomas como coceira e secura pode favorecer o aumento das moléculas pró-inflamatórias.

Essas moléculas estão envolvidas no processo de desenvolvimento de doenças mais graves do que o desconforto da pele, segundo a pesquisa da Universidade da Califórnia.  Ou seja, isso significa que o cuidado com a pele pode reduzir potencialmente o risco de várias doenças relacionadas à idade e aos processos inflamatórios, como Alzheimer e doenças cardiovasculares, explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Envelhecimento e inflamação

Isso acontece, de acordo com a médica, porque o envelhecimento causa um processo chamado de “envelhecimento da inflamação” – impulsionado por um aumento de moléculas no sangue, chamadas citocinas, que são mediadores pró-inflamatórios.

“Os cientistas inicialmente pensaram que a inflamação provinha do sistema imunológico ou do fígado, mas eles apostam agora que a pele tenha relação com isso, já que quando envelhecemos temos sintomas dermatológicos como coceira, secura e alterações na acidez da pele. Esses processos podem levar a uma inflamação pequena, mas como o órgão é muito extenso, há uma elevação de níveis circulantes de citocinas no sangue”, acrescenta a dermatologista.

Até recentemente, a comunidade científica não acreditava que a pele tivesse um papel significativo para a inflamação sistêmica e doenças, mas nos últimos cinco anos, estudos de psoríase e dermatite mostraram que a inflamação da pele por conta dessas doenças tem um papel no desenvolvimento de doenças cardíacas.

Por que é importante manter a pele hidratada

É importante manter a pele hidratada porque a nossa pele é uma barreira natural contra infecções. Se deixarmos a pele secar, ela pode rachar e quando ocorrem rachaduras ou quebras na pele, as bactérias habituais que vivem em nossa pele podem entrar e causar infecções.

Ao proteger a pele do ressecamento, nos protegemos desses agentes estranhos. Além disso, manter a pele hidratada ajuda as pessoas com condições como psoríaze e eczema a terem menos crises.