Atividade física na medida certa: limite é essencial

Se exercitar é muito importante para uma vida saudável, mas é preciso ter cuidado para não cair no chamado overtraining

Poucos são os atletas ou praticantes de atividade física que nunca ouviram falar de uma das principais regras da boa forma e saúde: Só exercício, não basta. Antes disso, é preciso não apenas levar um estilo de vida saudável, mas também entender e respeitar o limite do seu corpo antes e depois da hora do treino.

A verdade é que, para atingir melhores resultados com a atividade física, ela precisa ser aliada a um acompanhamento médico. Através de avaliações o médico poderá avaliar o seu nível de aptidão física, encaminhando para um treinamento mais focado às suas verdadeiras necessidades.

Além disso, é importante tirar essa mentalidade de que devemos praticar exercícios todos os dias. A prática em excesso de exercícios físicos pode gerar o efeito contrário do esperado, trazendo inclusive muitos danos à saúde. A síndrome do supertreinamento, também conhecida como overtraining, é causada por um desequilíbrio entre o que o corpo está recebendo de impacto, e o que o corpo é capaz de suportar. 

Ou seja, saber o limite do seu corpo e respeitar quando for preciso tirar um tempo para a sua musculatura descansar não é apenas necessário, como também essencial!

Causas do overtraining

O overtraining é caracterizado por diversos sinais físicos e emocionais. Caracterizado principalmente pelo treinamento em excesso, ou seja, quando não há tempo para que o corpo se recupere entre um treino e outro, a síndrome pode causar dores nas articulações, fadiga, cansaço, fraqueza e muitos outros sintomas. 

Um sinal importante para ficar de olho é quando a pessoa fica extremamente cansada após o treino, além de demonstrar queda no desempenho esportivo. O corpo fica não apenas cansado, mas também mais vulnerável a lesões que podem impactar não só a rotina de exercícios, mas a vida de quem treina. 

Os sintomas mais comuns de overtraining são:

  • Alteração no sono
  • Lesões
  • Dores musculares
  • Mau-humor
  • Fadiga
  • Cansaço extremo pós treino
  • Queda de imunidade

Atenção ao começar uma atividade física

Se você quer começar a praticar alguma atividade física, é importante levar em conta algumas atitudes para evitar danos à sua musculatura e ossos, gerando assim lesões que poderiam facilmente ser evitadas. 

Respeite seu corpo

Entender que cada corpo é de um jeito e suporta cargas diferentes de treinamento é fundamental. Não é porque um amigo seu consegue levantar grandes cargas de peso que você vai conseguir também, e está tudo bem. Respeite seu limite e entenda que o seu tempo biológico é diferente dos outros, e que seu momento vai chegar. 

Vá com calma

Lembre que seu corpo não é imbatível e, como todo ser vivo, você precisa de um tempo de descanso. Recarregar as energias é super importante para manter uma qualidade de vida saudável. Após o treino então é necessário um tempo para a recuperação adequada do seu corpo, músculos e ossos desgastados na prática de exercícios físicos. Por isso, escute o seu corpo, aproveite o momento pós-treino e descanse.